Hora Morta, Anny Cassidy

Título: Hora Morta
Autor: Anne Cassidy
Editora: Rocco
Páginas: 319
Classificação: ♥♥♥♥♥
+ Favorito

Sinopse: "Depois de anos sem se ver, Rose e Josh conseguem se comunicar pela internet e resolveram investigar o desaparecimento que mudou o rumo de suas vidas. Porém, na noite em que planejaram de se encontrar, Rose testemunha o assassinato de um colega de escola. O crime desencadeia inúmeras descobertas, que talvez sejam pistas para desvendar o mistério que o separou do irmão de consideração tantos anos antes. A solução parece escondida numa série de diários com mensagens codificadas. Josh e Rose terão que correr contra o tempo para desvendá-las a fim de evitar a morte de desconhecidos... e a deles mesmos."

Hora Morta é o primeiro livro da série The Murder Notebooks da autora britânica Anne Cassidy. Conheci o livro através de um primo meu que me contou um pouco da história e logo me despertou um grande interesse por ele. A história se passa em Londres e só por saber disso eu já gostei, já que eu sou louca para conhecer lá. 

Em Hora Morta vamos conhecer Rose, uma garota de 17 anos que mora com a avó em Londres. Sua mãe, Katherine e seu namorado Brendan, eram policiais e apósaírem para jantar, há cinco anos atrás, desapareceram sem deixar rastros. Sem ter uma pista do que possa ter acontecido naquela noite, a polícia acaba por acreditar que os dois foram mortos e que os casos que ambos estavam trabalhando, tenham alguma relação com isso. Na época, Rose morava com a mãe, Bredan e o filho dele, Joshua, que era alguns anos mais velho que Rose e que ela considerava um irmão adotivo. 

Com o desaparecimento dos pais, Joshua vai morar em outra cidade e Rose é entregue a avó, que não é muito família e logo manda a garota para um internato de meninas. Por causa disso, os dois acabam perdendo contato um com o outro e digamos que a avó de Rose fica feliz por isso. Agora, cinco anos depois, Joshua volta a Londres para fazer faculdade e os dois finalmente conseguem fazer contato um com o outro, buscando reencontrar a amizade que ambos tinham antes de tudo virar de ponta cabeça na vida deles e de serem separados. Quando finalmente os dois marcam de se encontrar pela primeira vez, depois de tanto tempo separados, um conhecido da escola de Rose é assassinado a poucos metros dela na estação de metrô. 

Rose, após algunanos no internato, consegue convencer a avó em deixá-la a frequentar uma escola pública. Por conta de alguns problemas com amizades no internato, Rose tem uma certa dificuldade em fazer amizades com outras pessoas agora. As únicas pessoas que ela conversa na escola são duas garotas, que de vez em quando, sentam com ela durante o almoço, ou algo do tipo. Mas Rose sempre prefere ficar sozinha na dela e mexer no blog que ela tem. O Morpho. 

Rose sempre tentou se convencer com a história que a polícia contou de seus pais terem sido assassinados, porém, Joshua nunca se conformou com o esclarecimento do caso pela polícia, e durante esses cinco anos que se passaram, ele tem procurado por seu pai. Para isso, ele montou doisites para ajudar nas buscas pelo paradeiro de Brendan e Katherine. O que os dois não imaginavam é que o desaparecimento dos pais e o assassinato que Rose presenciou naquele dia, tem uma certa ligação um com o outro e acaba levando os dois para um caminho em comum e de muitas descobertas. 

Eu gostei muito da história em particular, gostei bastante da Rose e da sua personalidade, sabe? Já com o Joshua foi uma coisa meio sei lá. Não fui muito com a cara dele no começo, mas depois comecei a gostar muito dele. Tipo, ele tem um carinho muito grande pela Rose e a considera como meia irmã, mesmo sabendo que seus pais nunca chegaram a se casar, e eu achei isso muito legal. O história é uma leitura bem fácil e quando você pega para ler, você não quer mais parar. Porém, essa é uma história que você tem que tomar um cuidado ao falar dela para alguém, porque dependendo do que você falar, você pode acabar entregando tudo. Por isso, se você ficou curioso para ler e tem aquela mania de a última página, não faça isso, se não você vai acabar te dando o maior spoiler, rs. É sério, não faça isso. 

A capa do livro é muito linda, fiquei apaixonada por ela. Essa borboleta azul parece ter um significado muito importante na história, como se fosse a chave pra desvendar todas as respostas, porém eu ainda não tive a oportunidade de descobri essa chave. Tenho que ler os outros livros logo pra matar essa curiosidade, haha! 


Voces já ouviram falar desse livro? Me conte aqui embaixo!
Beijo Beijo

Me siga nas redes sociais
Instagram  Facebook

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Não conhecia esse livro. Gostei da diagramação impecável, achei muito bonita. Sua resenha até me fez achar muito interessante a história, gostei de conhecer :D

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bonita mesmo, né? Que bom que você gostou de conhecer a história flor ^^
      Beijos ♥

      Excluir
  2. Nossa nunca tinha visto ninguém falando desse livro e te agradeço por tê-lo feito pois estou MUITO interessada em lê-lo, parece ser o tipo de história que me prende e me ganha fácil, hahaha, ótima resenha!

    ✩ Voando Sem Peter ✩

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que te agradeço minha flor ^^ realmente, essa história consegue nos prender e fazer a gente se apegar bem fácil aos personagens. Se tiver a oportunidade de ler, garanto que não vai se arrepender.
      Beijos ♥

      Excluir

Deixe um comentário, eu irei adorar saber o que achou sobre o post! ❤
Não se esqueça de clicar na caixinha "Notifique-me" para saber qual foi a minha resposta!