junho 19, 2018

be happy (junho 2018)






Já faz um tempo que queria participar de um projeto estilo 6 on 6. Amo acompanhar esse projeto nos meus blogs favoritos e por isso decidi me inspirar nele para fazer algo parecido por aqui. A única diferença entre eles, é que não postarei em um dia fixo e que não necessariamente serão as seis fotos como no 6 on 6. Na verdade, a idéia do Be Happy é ser algo bem aleatório, como um pequeno compilado das coisas boas que me arrancaram sorrisos no mês. Bom, não quero me prolongar muito na introdução, então vamos ao que interessa hehe.

1. Um dos principais motivos de eu ter voltado com o blog, é que quero fazer dele como se fosse realmente um diário, onde posso compartilhar meus pensamentos e coisas que gosto, sem cobranças ou pressão da minha parte. 2017 foi um ano bem turbulento na minha vida. Passei por muitas crises existenciais que deixaram minha saúde mental muito mal. Minha saúde física também não estava lá essas coisas, e as cobranças, exigências e pressão que eu estava fazendo para mim mesma, só pioraram tudo. Uma das coisas que me ajudavam ~um pouco~ a passar por isso, era sair para caminhar. Isso me fazia espairecer a mente e aquietar meus pensamentos inquietos, mas, de uns tempos para cá, tinha parado de fazer isso por motivos um tanto óbvios: o calor. Esses dias, ao acordar, vi que o tempo estava frio e nublado, o que, pra mim, é o tempo perfeito para caminhar. Apesar de minha caminhada se resumir ir até a casa da minha amiga (não consegui arrancar ela de casa pra ir andar comigo), foi uma tarde bem gostosa e divertida.

2. Como os dias tem andado bem nublados e frios, tenho usado isso como uma desculpa a mais para aproveitar minhas bebidas favoritas: chá e chocolate quente ❤ Os dias estão perfeitos e, apesar de algumas pessoas me acharem louca por gostar tanto assim do frio, gostaria que as temperaturas estivessem um pouco mais baixas. Não sei vocês, mas, no frio, eu me sinto mais disposta, inspirada e com vontade de fazer as coisas, principalmente se preciso sair para resolver algo. Já no calor a história é completamente diferente. Enquanto no frio fico ligada no 220 com vontade de "sair da toca", no calor essa vontade se limita a ficar entocada dentro do quarto, sem fazer barulho e fingindo que não existo. 

3. Confesso que começar o be happy hoje foi meio proposital, já que depois de amanhã o inverno começa, hehe. Estou extremamente feliz por conseguir tirar minhas roupas favoritas do guarda-roupa. O inverno finalmente decidiu chegar e dar as caras, e isso era uma coisa que eu estava esperando há tempos, só para poder sair na rua toda agasalhada. Amo poder usar roupas quentinhas e confortáveis sem ficar morrendo de calor, e meu sonho é poder morar em um país que faça frio a maior parte do tempo e do ano. Poder usar meus agasalhos, toucas, luvas e cachecóis sempre me deixa muito animada :)

4. No começo do mês não parei em casa. Meu notebook deu um pequeno problema no teclado e foi meio chato conseguir resolver tudo para mandar ele pra assistência. Depois de quase duas semanas na correria de ficar pra cima e pra baixo, decidi tirar um dia na semana para não fazer absolutamente nada. Aproveitei o frio que estava fazendo no dia, coloquei uma roupa bem confortável e relaxei. Me desliguei do mundo e me perdi em meio as páginas dos meus livros favoritos.

5. Minha intenção não era fazer o be happy centrado em um tema específico (acho que agora já deu pra perceber o porquê do proposital ali em cima, né?). Como disse no começo do post, a idéia é que ele seja algo bem aleatório mesmo, mas esse mês o centro da minha felicidade girou em torno dos dias frios, então ficou meio difícil incluir coisas que não envolvessem esse tema quando ele consegue influenciar até no meu gosto musical. Quando o assunto é música, meu gosto mostra ser bem peculiar de tão eclético que ele consegue ser. Tudo depende muito do meu humor e do meu estado de espírito, por assim dizer. Geralmente, o que mais escuto são músicas instrumentais, mas tem dias que meus ouvidos pedem mais do que só instrumentos para serem escutados. Então, para esses dias, eu sempre escuto a minha pequena playlist para dias tranquilos, que tenho lá no spotify e que amo escutar enquanto fico deitada olhando para o teto do meu quarto, ou deitada no chão olhando para as nuvens ou o céu estrelado.

Por hoje é só isso, pessoal!  Espero que tenham gostado do post e desse primeiro be happy que preparei. Essas foram coisas bem simples que aconteceram esse mês, mas que queria deixar registradas e guardadas aqui no blog :)

Como foi o mês de vocês? Vou adorar ler os comentários com as coisas que deixaram vocês felizes em junho.

Com amor, A ❤

maio 28, 2018

how does a moment last forever


How does a moment last forever?
How can a story never die?
It is love we must hold onto
Never easy, but we try
Sometimes our happiness is captured
Somehow, our time and place stand still
Love lives on inside our hearts and always will

Minutes turn to hours, days to years and gone
But when all else has been forgotten
Still our song lives on


Maybe some moments weren't so perfect
Maybe some memories not so sweet
But we have to know some bad times
Or our lives are incomplete
Then when the shadows overtake us
Just when we feel all hope is gone
We'll hear our song and know once more
Our love lives on


How does a moment last forever?
How does our happiness endure?
Through the darkest of our troubles
Love is beauty, love is pure
Love pays no mind to desolation
It flows like a river through the soul
Protects, proceeds and perseveres
And makes us whole

Minutes turn to hours, days to years and gone
But when all else has been forgotten
Still our song lives on
How does a moment last forever
When our song lives on